Gasoduto Nord Stream 2 é concluído.

Por Cristiane Lopes em 11 de setembro de 2021.

A empresa estatal russa Gazprom anunciou nesta sexta-feira (10/09) que, após cinco anos, foi concluído o gasoduto submarino Nord Stream 2, obra de grandes proporções que liga a Rússia à Alemanha, passando por Ucrânia e Polônia em seu trajeto. Após o início das operações do gasoduto, previstas para o final deste ano (uma vez que ainda é necessária a conclusão de detalhes burocráticos e técnicos), o empreendimento deverá dobrar as exportações russas de gás natural pelo Mar Báltico. A construção é uma ampliação da capacidade do sistema Nord Stream 1, operante desde 2011, que liga a cidade de Ust-Luga (Rússia) a Greifswald (Alemanha).

O projeto, que conta com investimento das empresas europeias Uniper (alemã), BASF Wintershall Dea (anglo-holandesa), OMV (austríaca) e Engie (francesa), recebeu objeções não só dos governos da Ucrânia e da Polônia, mas também dos Estados Unidos. Segundo o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, o gasoduto representaria uma arma geopolítica bastante poderosa para a Rússia na região. Os dois países enfrentam tensões desde a anexação da Crimeia pelos russos. Além disso, o novo gasoduto desvia suprimentos de uma rota já existente via Ucrânia. A perda das taxas bilionárias de transporte pagas pela Rússia deve causar danos financeiros consideráveis para os ucranianos.

No final de 2019, durante o governo de Donald Trump, os EUA chegaram a impor sanções que estagnaram temporariamente as obras. Segundo os americanos, com o gasoduto, a dependência europeia do fornecimento de energia da Rússia deve aumentar. A administração de Joe Biden optou por manter as sanções contra empresas e navios russos, mas não deve punir a empresa alemã responsável pela supervisão do projeto. Em 21 de julho, houve a assinatura de um acordo no qual EUA e Alemanha se comprometem a fazer oposição a qualquer tentativa russa de utilizar o gasoduto como uma arma política. As nações também se comprometeram a financiar projetos de energia e desenvolvimento alternativos para Ucrânia e Polônia.

De acordo com a Agência Federal de Redes de Energia (Bundesnetzagentur), órgão regulador alemão, não há um prazo determinado para a certificação da obra, mas o consórcio pode sofrer penalidades caso inicie as operações antes de obtê-la.  

 

 

 

REFERÊNCIAS:

 

 

OBRAS do polêmico gasoduto Nord Stream 2 são concluídas. DW, 10 set. 2021. Disponível em: https://www.dw.com/pt-br/obras-do-pol%C3%AAmico-gasoduto-nord-stream-2-s%C3%A3o-conclu%C3%ADdas/a-59148533. Acesso em: 10 set. 2021.

NEW WIRES. Gazprom announces that its Nord Stream 2 gas pipeline to Germany is finished. France 24, 10 set. 2021. Disponível em: https://www.france24.com/en/europe/20210910-gazprom-announces-that-its-nord-stream-2-gas-pipeline-to-germany-is-finished. Acesso em: 10 set. 2021.

RUSSIA completes Nord Stream 2 construction, gas flows yet to start. Reuters, 10 set. 2021. Disponível em: https://www.reuters.com/business/energy/russias-gazprom-says-it-has-completed-nord-stream-2-construction-2021-09-10/. Acesso em: 10 set. 2021.

RUSSIA says construction of Nord Stream 2 completed. ABC News, 10 set. 2021. Disponível em: https://abcnews.go.com/International/wireStory/russia-construction-nord-stream-completed-79934985. Acesso em: 10 set. 2021.