Vacinação, petróleo e internet: um panorama da semana na Ásia Central

Por Felipe dos Santos Oliveira em 08 de março de 2021

Cazaquistão

A província de Mangystau, no oeste do Cazaquistão, afirma ter feito a maior descoberta de hidrocarbonetos na sua história pós-independência. De acordo com as pesquisas, o petróleo dessa reserva possui baixo teor de enxofre, sendo mais fácil de processar e transportar do que o petróleo das demais regiões do país. A província é responsável pela produção de 25% de todo o petróleo e condensado de gás no Cazaquistão: dezoito milhões de toneladas de petróleo e 3 bilhões de metros cúbicos de gás natural são produzidos ali anualmente. Serikbai Trumov, governador da província, disse que a reserva dará um impulso poderoso ao desenvolvimento social e econômico da região e criará novos empregos.

 

Quirguistão

Em 24 de fevereiro, o atual presidente do Quirguistão, Sadyr Japarov, realizou sua primeira visita ao exterior indo à Rússia. Todos os membros do governo o acompanharam na comitiva. Durante a visita, um acordo de transferência de 23 milhões de rublos para o governo quirguiz foi firmado para ajudar na criação de um sistema de rotulagem de mercadorias, que deve reduzir o contrabando. Durante a corrida eleitoral no ano passado, Japarov desmoralizou o ex-presidente Sooronbai Jeenbekov, que fora um grande parceiro político do presidente russo Vladimir Putin. No entanto, apesar de nacionalista, Japarov está longe de ser um político anti-Rússia. A pandemia da COVID-19 também foi pauta do encontro; os procedimentos de importação de vacinas russas foram facilitados e a preparação para o recebimento das primeiras doses da vacina deve ser feita em poucas semanas.

 

Tadjiquistão

A partir do dia 02 de março, o Facebook terá de realizar relatórios trimestrais acerca de seu faturamento proveniente do Tadjiquistão, além de pagar 18% de imposto sobre vendas. Essa taxa excede em muito o que é cobrado, por exemplo, pelos países europeus que implementaram impostos sobre serviços digitais. O feito faz parte da política econômica do governo do Tadjiquistão de aumentar as receitas tributárias, forçando empresas como Google, Facebook, Microsoft e outras a pagarem impostos para operarem no país. O Comitê Fiscal planeja que o imposto seja estendido a qualquer transação que envolva serviços eletrônicos, incluindo a compra de e-books e softwares, publicidade e hospedagem de sites, mas ainda não se sabe como isso funcionará na prática. A legislação não se aplicará, entretanto, ao comércio pela Internet. Isso significa que os compradores de produtos em sites como o serviço de varejo online chinês AliExpress não enfrentarão impostos adicionais sobre suas compras.

 

Uzbequistão

O Uzbequistão pretende iniciar uma campanha de vacinação em massa em sua população. No entanto, a vacina em questão ainda está na terceira fase de teste. Desenvolvida pela Zhifei Longcom Biopharmaceutical, da China, os testes desta etapa já estão ocorrendo no país centro-asiático. Autoridades de saúde disseram, em 1º de março, que 4,1 milhões de pessoas receberiam a vacina gratuitamente na primeira rodada de vacinações, o que equivale a mais de um décimo da população. Não se sabe quanto tempo essa etapa levará para ser concluída. As categorias elegíveis para a rodada inicial incluirão pessoas com 65 anos ou mais, trabalhadores da saúde, pessoas que sofrem de doenças crônicas, professores, policiais e militares. Ao contrário da maioria das vacinas mais conhecidas desenvolvidas até o momento, a vacina poderia exigir até três doses para atingir o pico de eficácia. De todas as pessoas testadas no Uzbequistão, mais de 4.400 receberam apenas duas doses. Em 2 de março, cerca de 300 pessoas receberam a terceira dose. Uma vantagem significativa desta vacina é que ela pode ser armazenada em uma geladeira comum e não precisa, por exemplo, das condições de armazenamento de -70ºC que exige a vacina da Pfizer-BioNTech. O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, disse, em 2 de março, que o país está considerando permitir que o Uzbequistão produza a vacina Sputnik V sob licença. Em 17 de fevereiro, uma comissão governamental deu aprovação à Rússia para iniciar o processo de certificação da Sputnik V no país centro-asiático, mas nenhum anúncio havia sido feito até o momento.

 

REFERÊNCIAS:

 

IMANALIYEVA, Ayzirek. Kyrgyzstan: What did Japarov get in Russia? Eurasianet, 2021. Disponível em: <https://eurasianet.org/kyrgyzstan-what-did-japarov-get-in-russia>. Acesso em: 04 mar. 2021.

 

KUMENOV, Almaz. Kazakhstan: New large oil field discovered in Caspian region. Eurasianet, 2021. Disponível em: <https://eurasianet.org/kazakhstan-new-large-oil-field-discovered-in-caspian-region>. Acesso em: 04 mar. 2021.

 

TAJIKISTAN: Facebook bends to tax demands. Eurasianet, 2021. Disponível em: <https://eurasianet.org/tajikistan-facebook-bends-to-tax-demands>. Acesso em: 04 mar. 2021.

 

UZBEKISTAN embarks on mass vaccination, but where will doses come from? Eurasianet, 2021. Disponível em: <https://eurasianet.org/uzbekistan-embarks-on-mass-vaccination-but-where-will-doses-come-from>. Acesso em: 04 mar. 2021.